Salvamar registra 17 afogamentos após reabertura das praias em Salvador
29/09/2020 10:56 em Salvador

Após uma semana da reabertura das praias da capital baiana, a Coordenadoria de Salvamento Marítimo de Salvador (Salvamar) registrou 17 casos de afogamentos entre os trechos de Jardim de Alah até Stella Maris.

Para reforçar a estrutura do órgão neste momento da pandemia, a Prefeitura vai investir R$200 mil na aquisição de novos equipamentos de salvamento aquático, conforme anunciou Marcus Passos, titular da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), pasta à qual a Salvamar é ligada.

“Entendendo a importância do trabalho desenvolvido pela Salvamar, principalmente durante este período de pandemia, a Prefeitura vai disponibilizar esses recursos para a compra de equipamentos importantes para os agentes realizarem os salvamentos”, disse o secretário.

Desde a última segunda-feira (21), os salva-vidas já fizeram 350 ações preventivas, orientando banhistas sobre eventuais perigos de maré. São 240 profissionais atuando em 35 postos espalhados pela orla marítima da cidade.

Prudência – De acordo com o coordenador da Salvamar, Iure Carlton, os banhistas podem ser prudentes adotando alguns cuidados na hora de se refrescar no mar. Um das medidas de cautela é justamente evitar profundidades, principalmente quando a água estiver acima da linha da cintura.

“Há muitos perigos com a mudança de maré do inverno para a primavera, como correntes de retorno e ondas mais fortes. Às vezes, a profundidade do mar aumenta sem que o banhista perceba. Daí a necessidade de fazermos um trabalho de orientação para que as pessoas fiquem sabendo de eventuais situações e riscos da maré”, destacou o coordenador, recomendando que a população evite mergulho em locais onde não há salva-vidas.

Fiscalização – A Guarda Civil Municipal (GCM) realizou durante toda a semana a operação “Devagar, Devagarinho”, que visa monitorar o uso das praias de Salvador e cumprimento dos protocolos sanitários por parte da população durante a visitação a esses espaços.

No final de semana, algumas cenas lamentáveis de aglomerações foram verificadas. A GCM flagrou banhistas nas praias de Itapuã, Piatã, Amaralina, Boa Viagem e Cantagalo infringindo o decreto municipal em vigor, que determina o fechamento de todas as praias da cidade aos sábados, domingos e feriados.

“A operação continua e estamos imbuídos de manter maior controle possível nas praias. São 90 prepostos e mais de 20 viaturas. Os agentes têm utilizado megafones para conscientizar os banhistas que ainda buscam acesso a esses locais em dias que não são possíveis”, frisou o diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência da Guarda, Maurício Lima.

“Solicitamos a sensibilização e participação para que a população colabore com Prefeitura no que diz respeito aos cuidados de controle da pandemia, obedecendo aos protocolos determinados. Afinal, ainda não estamos livres do coronavírus”, acrescentou.

Fonte Bahia.ba

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!